jump to navigation

Sobre o serviço de Executive Coach 25/10/2009

Posted by Pedro Carvalho in Serviços.
add a comment

blog exec coach

Nosso serviço é um trabalho amplo de recolocação e orientação profissional para indivíduos que estão em transição de carreira. Por mais de 18 anos temos constantemente inovado e criado maneiras inovadoras para indivíduos obterem uma nova oportunidade de trabalho. Quem são nossos clientes? São executivos ou profissionais que estão caminhando para serem líderes no mundo dos negócios corporativos. Hoje nosso serviço é focado em fornecer um serviço de carreira altamente inovador e individualizado para as organizações que mais almejam estar.

QUEM É VOCÊ?

Você é um executivo que é remunerado em mais de dois dígitos ao mês ou um profissional sério que está se deparando com uma transição de carreira?

Você então precisa um acompanhamento sério, com profissionais seniores, que já estiveram nos mais altos cargos executivos, que atualmente estão presentes nos círculos sociais corporativos, que já vivenciaram uma transição de carreira no seu nível, e portanto praticam o que propõem. Nosso time, sócios, parceiros e recursos é a melhor seleção, à sua disposição, para um serviço deste tipo. Nosso serviço irá torná-lo único e separar de qualquer competição.

QUEM SOMOS NÓS?

Você entende a diferença entre um Head Hunter e um Serviço de Carreira de Recolocação individual? Você têm escolha?

  1. Head Hunters, ou Recrutadores,  são pagos por empresas. A dedicação, preocupação, devoção de suas horas de trabalho é para as corporações que os remuneram. Você pode se candidatar a estes serviços, e não irá te custar nada. A in-sight®, por exemplo, têm este serviço, como um departamento à parte do Executive Coach. Mas eticamente, é impossível você contratar um Head Hunter. Apenas empresas fraudulentas irão te dizer que isto é possível.
  2. Especialistas de re-colocação, Executive Coach ou Outplacements, são geralmente pagos pelo executivo interessado. Nós somos remunerados por você para trabalhar como facilitador nesta sua fase de busca. Nós trabalhamos com serviços e ferramentas sem igual em São Paulo, frutos de pesquisas intensas neste tema, que lhe capacitam à máxima performance para esta transição.
  3. Vencer esta etapa significa que você já tentou colocar seu currículo na internet, já tentou acessar head hunters e comprometeu e esgotou seu networking com abordagem ineficiente, sem criar valor.  Isto é um relapso freqüente, um processo destrutivo que você já passou e não funcionou, nem acredita. Porém, existem maneiras eficientes, uma técnica que produz efeitos sérios e facilitam sua procura.

Ajude-me • mesmo os Executivos precisam de um Coach em sua transição de carreira

Quase todos conseguem um emprego. Se você é um executivo de dois dígitos ao mês você precisa uma oportunidade. Não faça isto espalhando aleatoriamente seu currículo por aí. Faça da maneira certa. Nossos consultores irão te dizer exatamente o você precisa e o porquê.  Iremos te avaliar se você precisa ou não de um serviço como o nosso.

 

Informações Adicionais:

O processo passo a passo:

  • Reflexão sobre histórico profissional; Estabelecimento de abordagem sintética e eficiente; confecção do Dossiê Profissional; Descrever suas Habilidades e Conhecimentos em poucas linhas
  • Satisfação e Insatisfação ; Resumo da Auto Avaliação
  • O Processo de Decisão, Mudanças de área de atuação; Transferência de habilidades; Análise de um objetivo mais amplo
  • Definição de seu objetivo; Análise de outras opções de Carreira; Opções de Emprego e fatores a considerar
  • O Currículo: A importância do CV; Visão dos seus leitores; Exemplos mais comuns; Consistências do CV; Preparação; Monitorar o que é dito a seu respeito;
  • A técnica da Busca: Como chegar lá; o Estilo de Busca; As posições abertas e fechadas; Construção de sua campanha; O mercado de trabalho; Definição de seu Alvo; As empresas de Executive Search; Respondendo a anúncios; Cartas de Marketing; Follow up; Comparação de Métodos
  • O Projeto ideal para sua carreira; Desenvolvimento de Pesquisa; Como definir empresas-Alvo;
  • Comunicação Oral e Escrita: Como utilizar a comunicação na busca por nova posição; Exemplos de Cartas; Diretrizes para cartas que trazem resultados; Como gerar oportunidade com cartas; Skills de apresentação; Ouvir
  • Rede de Contatos: O que é uma rede de contatos; onde existem oportunidades; desenvolvimento de Sistemática e controle; Abordagem; Marketing Pessoal; Contornos de Objeções
  • Entrevistas: Visão Geral, Tipos de Entrevistas; Diferentes entrevistadores; prática de habilidades de Interação; Estrutura das Entrevistas; Dicas;  Respondendo a perguntas difíceis; Como apresentar-se; Follow up;
  • Planejamento da Estratégia de Marketing Pessoal;
  • Avaliação da Campanha e Progresso
  • Avaliação e Negociação de Ofertas: Preparação; Respondendo a ofertas, verbalmente;  negociação de Conteúdo do Cargo e Salário; Avaliação da Oferta;
  • Transição e o Sucesso da nova Posição: Aceitação da Oferta; Divulgação da notícia; Planejamento do Início; Carreira a Longo Prazo e Gerenciamento de Mudanças
  • Continuidade da Carreira: Aprimoramento Técnico, Rede de Relacionamentos
  • After Care

Mais informações, contate:

Pedro Carvalho

Partner – insight® Executive Search & Recruting

pedro@nsight.com.br

Entendendo a Mídia Social para promover você 24/10/2009

Posted by Pedro Carvalho in Brand You®, Editorial.
add a comment

Se você têm interesse em Personal Branding, então você já deve ter ouvido falar do ut Dan Schawbel. Dan é o autor do Me 2.0: Build a Powerful Brand to Achieve Career Success, publica a revista Personal Branding, e possui o Personal Branding Blog. Personal branding e ele publica várias idéias interessantes on-line.  Recentemente li uma entrevista do Dan com um expert de mídia social, Dave Evans, co-fundador da Digital Voodoo e autor de Social Media Marketing; An Hour A Day. Há algumas idéias interessantes para você que está querendo construir sua marca pessoal na sua carreira.  Mídia Social é mais do que um capricho (olhe os números no vídeo do YouTube anexado), e a perspectiva de Evan é interessante. E cito brevemente aqui algumas das idéias que li nesta entrevista: (1) você precisa medir resultados. Você precisa abordar você, sua marca, da mesma maneira que você abordaria outro produto qualquer. Isto significa que para ser eficiente, o progresso de seu programa de marketing têm que ser mensurado. E o artigo menciona uma série de alertas do Google que pode auxilia-lo.  (2) Use fóruns on-line.  Seu objetivo a longo prazo é obter atenção de seu futuro empregador, e potenciais interfaces, então você precisa achar maneiras de crescer sua exposição.  Pegue os fóruns que são uma extensão natural do seu estilo de vida. Existem vários (Linkedin, Plaxo, Facebook, etc). (3) Você precisa participar, não só postar algo. Uma das maneiras que muitos profissionais falham em compreender a mídia social é que é ela é primordialmente para ser social

Pedro Carvalho – Sócio Authent®

Assinatura Pedro

Mercado de TI no Brasil cresce 4 vezes mais que a média 23/10/2009

Posted by Jacqueline Maia in Notícias.
add a comment

Da Redação 09/10/2009

Band

A Microsoft Brasil divulgou nesta sexta-feira (9) um estudo que estima o crescimento do mercado de tecnologia da informação (TI) no Brasil até 2013. Realizado pela IDC, a pesquisa também analisou o impacto do ecossistema da gigante do Windows no cenário. Como resultado, o instituto observou um aumento significativo nas oportunidades de emprego no setor, impulsionado especialmente pelo segmento de software e o segmento de serviços.
De acordo com o IDC, a oferta de empregos em TI cresce 6,8% ao ano, quatro vezes mais que o índice de crescimento total do mercado de trabalho no Brasil. Ela diz ainda que, até o final de 2013, pelo menos 2.700 empresas de TI serão criadas, gerando mais de 1 milhão de oportunidades de trabalho.
O estudo afirma que 230 mil profissionais brasileiros são empregados em empresas que estão no ecossistema Microsoft, respondendo por 53% da oferta de trabalho em TI. Ao mesmo tempo, outros 418 mil profissionais que utilizam as tecnologias da informação trabalham com softwares da gigante do software ou produtos e serviços baseados na tecnologia da companhia.
Até o final do ano, esse ambiente vai gerar investimentos de R$ 31 bilhões no setor de TI, com uma receita de R$ 16,6 bilhões.

Tecnologias da Informação vão criar 5,8 milhões de empregos 09/10/2009

Posted by Jacqueline Maia in Notícias.
add a comment

Por IOL Diário – 06/10/2009

A indústria das tecnologias de informação (TI) vai criar 5,8 milhões novos postos de trabalho em todo o mundo e vai gerar mais 75 mil novas empresas durante os próximos quatro anos, segundo um relatório publicado segunda-feira pela consultora IDC e para Microsoft.

De acordo com o documento, a taxa anual de crescimento de emprego nas TI será de três por cento, três vezes mais que o conjunto da economia. Esta estimativa revela, assim, que «o investimento em tecnologia vai contribuir para a recuperação económica e para o regresso ao crescimento», noticia o «Cinco Días».

Segundo o mesmo estudo, o aumento dos postos de trabalho será acompanhado pela subida nos gastos com as TI, que será o triplo da taxa de crescimento do Produto Interno Bruto num total de 52 países que representam 98% do gasto mundial em tecnologias.

No conjunto das TI, o sector do software é o que mais irá crescer a um ritmo de 4,8% anual. Só em 2009, as empresas pertencentes à Microsoft irão gerar quase 535 mil milhões de dólares em receitas.

Mas este desenvolvimento da actividade das TI vai ter impacto nas empresas e seus trabalhadores nos 52 países atrás referidos. Segundo o relatório, nos próximos quatro anos serão pagos 366 mil milhões de dólares em novos impostos.