jump to navigation

Profissionais de TI estão em alta 04/09/2010

Posted by Pedro Carvalho in Notícias.
trackback

Uma interessante entrevista do jornal Brasil Econômico, revelou o outro lado do mercado do emprego na área de TI. “Sofremos com mão de obra. É comum acertar com alguém e, no dia seguinte, a pessoa fechar com outra empresa” O anúncio soa no mínimo estranho no atual cenário, mas o autor da frase, Mauricio Fernandes, presidente da Dedalus, está se referindo às profundas transformações em curso na carreira dos profissionais de tecnologia da informação.  Com o avanço do fenômeno da internet, eles interagem cada vez mais com outras áreas dentro das empresas e precisam ter uma formação ampla. “Sempre tem espaço para o profissional que fica no canto. Mas isso é exceção. As equipes são cada vez mais multidisciplinares”. Um bom número de empresas, fornecedoras de TI no Brasil estão crescendo a taxas entre 20% a 40% ao ano. Há um grande foco na área de cloud computing, que é uma tendência, e muitos acreditam que isso é só o começo. Hoje quem se interessa por essa área são as empresas inovadoras e as mais tradicionais que têm um problema grande para resolver. A partir do ano que vem, vai ser todo mundo.

Segue alguns trechos da entrevista:

Quais as mudanças pelas quais o departamento de TI vem passando?

Mauricio Fernandes – Há 10 anos, cada empresa atuava com seus departamentos não apenas isolados do resto do mundo, pois internet era algo secundário, mas também de outras áreas da companhia. Era uma área puramente de suporte à operação.

As empresas descobriram que a área não é só de tecnologia, mas também onde você administra processos, informações, comunicação e a inteligência da empresa.

Com o avanço da internet, a área se misturou ainda mais com o restante da companhia. Em muitos casos, ela é a companhia.

Como está a preocupação com o gargalo de mão de obra?

É um problemão. Sofremos com isso diariamente, e temos buscado pessoas que tem formação fora da área e que se especializa para entrar.

Essa, aliás, é uma tendência. Buscar gente que tenha dois ou três formas de conhecimento, que tenha formação mais ampla.

Eu sempre digo: se você é bom em TI, faça um curso de marketing, por exemplo. O nível de especialização buscado hoje é outro.

Os salários vêm crescendo?

Há dois anos houve uma queda forte, de 20%, 30% em média por causa da crise econômica internacional.

Agora está crescendo, e a remuneração voltou aos níveis do início de 2008. Essa grande procura por profissionais da área, é claro, provoca uma briga na hora de contratar gente.

É comum fechar com um profissional em um dia, e quando você vai falar com ele no dia seguinte ele já fechou com outra empresa.

Para a íntegra desta notícia, acesse o jornal Brasil Economico
Matéria de Maeli Prado    publicado em 30/08/10 09:06

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: