jump to navigation

O que fazer quando você é “qualificado demais” em uma entrevista? 21/05/2014

Posted by anacaroline2 in Editorial.
trackback

O que você deve fazer quando suas qualificações superam a oferta de trabalho.

 Parece que sempre ouço esta queixa: não me contratam porque eu sou superqualificado! Certa vez uma pessoa me mandou um e-mail comentando o seguinte:

“Eu possuo inúmeras atividades extracurriculares. Tenho experiência em gerenciar projetos e pessoas e sei quais são as minhas melhores habilidades. Tenho MBA e cursos de extensão. Tudo isso porque quero ter um diferencial em meu curriculum, mas estou preocupado pois os recrutadores estão me vendo como muito qualificado para cargos a que me candidato e me eliminam antes mesmo de conversar comigo. Porém as vagas para as quais me julgam qualificado estão em menor oferta no mercado de trabalho”.

Então, o que fazer se você tem uma boa experiência e uma boa educação, busca por uma recolocação e está disposto a assumir um cargo mais baixo? Aqui estão algumas dicas:

Não tente se habilitar a uma função menor que o seu perfil

Essa estratégia move sua carreira para trás e invariavelmente vai te depreciar. Você tipicamente acaba frustrado, não contratado ou se sentindo mal. Quando procurar um novo emprego, você não pode se propor a fazer algo muito abaixo de suas qualificações. A maioria dos empregadores esperam que você trabalhe no mais alto nível de capacidade possível. Eles não querem perder tempo treinando meses um novo colaborador até que ele traga resultados efetivos para empresa.

Busque consciência e prepare habilidades

Reconhecemos que os recrutadores são relutantes em contratar uma pessoa que consideram “superqualificada” porque acham que será difícil que a pessoa fique feliz, que se realize naquele trabalho. Há o risco de que o contratado não fique por muito tempo no trabalho. Temem que poderá surgir algo mais interessante, num curto espaço de tempo, e que percam aquele profissional. Ainda existe o risco de que você seja entendido como uma ameaça para o seu superior imediato – muitas vezes o próprio entrevistador.

Não se mostre desesperado (Eu não posso perder este emprego!)

Você até pode sentir-se assim, mas não demonstre. Muitos executivos dizem: “Aceitarei qualquer oportunidade apenas para garantir minha volta ao mercado”. Isso não vai funcionar…, é uma estratégia ultrapassada. Estar disposto a aceitar qualquer trabalho irá, certamente, desqualificá-lo. Você precisa mostrar-se disposto a fazer um ótimo trabalho e de ser capaz de agregar muito valor às situações nas quais se envolver. A partir deste ponto tenha paciência para suportar o tempo necessário para que a decisão de sua contratação aconteça. Em muitas empresas as decisões podem demorar um pouco para acontecer, mas elas pagam bem e vale a pena!

Fique atento àquelas posições para as quais você se julga realmente qualificado.

Os entrevistadores sempre procuram fazer as melhores contratações para suas empresas.  Assim quando você identifica uma posição que realmente seja adequada para o seu perfil, capriche na abordagem. Customize suas cartas de apresentação e ajuste seu curriculum de modo que suas qualificações sejam melhor percebidas pelos selecionadores. Certifique-se de que suas habilidades atenderão as necessidades requeridas da vaga e veja se o seu perfil esta alinhado solicitado.

Networking é fundamental quando se procura um novo trabalho.

Pedir a colegas de trabalho, antigos clientes ou fornecedores, ex-funcionários, ex-alunos de sua faculdade para ficarem atentos por você, pode ajudá-lo a descobrir posições que ainda não foram divulgadas. Uma apresentação a um alto executivo poderá abrir novas portas e até mesmo ajudá-lo a chegar numa oportunidade, antes mesmo de ela ser criada.

Os recrutadores utilizam cada vez mais as redes sociais para procurar bons candidatos. Capriche no seu perfil no LinkedIn e no Facebook. NETWORK é a palavra!

 

Até a próxima Edição!

Pedro Carvalho

Centro de Carreira dos Ex-Alunos da GV

Partner – in-sight® Executive Search & Recruting

Fonte e Bibliografia:

Overqualification: Wikipedia: http://en.wikipedia.org/wiki/Overqualification.Studio Job: The Book of Job by Job Smeets, Nynke Tynagel, Viktor & Rolf and Alessandro MendiniJob and Work Analysis: Methods, Research, and Applications for Human Resource Management by Michael T. Brannick, Edward L. Levine and Frederick P MorgesonGet Your Dream Job!: Job Hunting and Career Success Skills [With Earbuds] (Playaway Adult Nonfiction) by Laura StackOverqualified by Joey ComeauI Won’t Be Hired Because I’m Overqualified: The Top Ten Fears Of Job Seekers No. 1 by Gary Joseph GrappoOvercoming the Overqualified Myth by Lucille Falcone Landing the Job You Want: How to Have the Best Job Interview of Your Life by William Byham and Debra Pickett.

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: