jump to navigation

Como contratações Executivas acontecem de fato? 04/03/2016

Posted by Pedro Carvalho in Editorial.
3 comments

Onde está o erro? Nesta semana vários de meus colegas me contaram, frustrados, que não conseguem passar da fase das entrevistas. E, em suas auto-análises, eles avaliam erroneamente todo o cenário, e não raramente atribuindo o insucesso à idade, ao alto-número de candidatos, ao salário ou à incapacidade da empresa de “se decidir”. E me contam que são intensos no networking, e que acreditam fortemente no fator popularmente apelidado aqui no Brasil de o Q.I. ou seja o “Quem Indica”. Basicamente estes profissionais saem de encontro aos colegas onde divulgam a mensagem básica: “me avise se souber de alguma coisas que se encaixe com meu perfil”. Ora, em minha visão, isto é um erro. Isto não é Networking. Tipicamente os 3 maiores erros de Networking cometidos por Executivos Seniores são: (1) Foco na Vaga aberta; (2) Foco em pedir favores e; (3) Foco no Currículo ao invés da Lista-Alvo de empresas. O melhor conselho que posso dar é: construa seu Network com um propósito em vista. Se as pessoas não sabem qual é sua meta você deixará seu futuro nas mãos do destino. Se você se focar em conhecer mais pessoas e fazer perguntas informativas sobre seu campo você descobrirá, por tabela, tudo sobre oportunidades.  Não foque nas vagas, foque nos seus “potenciais compradores”.  Mais cedo ou mais tarde, todo Decisor irá abrir uma vaga. É fato que 75% de todos os Decisores contratam alguém que eles conheciam previamente antes de sequer terem pensando na vaga em mãos.

Me ajudem a consolidar esta pesquisa: vote aqui

.

.
.
.

 

Pedro Carvalho – Sócio in-sight®